Críticas aos fundamentos da Psicologia e sua possibilidade enquanto ciência

Rafael dos Reis Ferreira, Rejane Siqueira Julio, Rodrigo Augusto Suárez Abreu

Resumo


Resumo

O objetivo de nosso artigo é apresentar a argumentação presente nas notas de Rush Rhees, escritas na década de 40 do século passado, denominada Conversações sobre Freud, referentes a suas conversas com Wittgenstein; argumentos os quais sustentam algumas de suas críticas centrais aos fundamentos da Psicologia e, também, aos fundamentos da Psicanálise enquanto ciências. A partir das críticas de Wittgenstein aos fundamentos da Psicologia, faremos, então, uma breve discussão sobre a possibilidade da Psicologia enquanto ciência a partir dos critérios epistemológicos dados por Gilles-Gaston Granger em A Ciência e as Ciências.

Palvras-chave: psicologia, ciência, criíticas, fundamentos.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.